Local

Agricultura ferrazense - Comissão de Geografia e Estatística discute resultados prévios para o Censo Agro 2017
06 de dezembro de 2017 - 18h20
Letícia Riente - De Ferraz

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agropecuário de Ferraz de Vasconcelos se reuniu na manhã de quarta-feira (6) com a Comissão Municipal de Geografia e Estatística (CMGE), para discutir os resultados prévios obtidos para o Censo Agro 2017. Os dados começaram a ser coletados em outubro deste ano e devem ser finalizados até fevereiro de 2018 por uma equipe do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O Censo Agropecuário 2017 visa a completa estatística sobre a produção agropecuária no Pais, percorrendo todo território brasileiro. O resultado englobará dados relacionados a propriedade, produção, área, pessoal ocupado, etc. Sabendo disso, algumas informações prévias sobre o município já foram identificadas. Ferraz de Vasconcelos possui quatro principais produtos de produção agrícola, sendo alface, coentro, couve e repolho. Na cidade, também foram detectados 10 estabelecimentos produtivos, além de 37 trabalhadores ligados diretamente a agricultura municipal. Números mais específicos sobre essas informações, entre outros dados, também foram apresentados nesta segunda reunião da CMGE.  

Outra informação identificada nessa primeira fase de investigação foi que o agricultor ferrazense não tem controle de perda de produto, e ainda, que Ferraz não possui criação de animais que se enquadre nos critérios necessários (quantidade) para entrar na pesquisa. De acordo com o membro da Comissão e chefe da agência do IBGE em Suzano, Rafael Furlan, ao final das pesquisas, será possível calcular em que condição o agricultor do município vive e produz, podendo ser identificado até como é a geração de empregos por meio da agricultura na cidade.

Segundo o secretário da pasta, Pedro Elias Bou Assi, a reunião serviu para identificar deficiências de pesquisas que podem ser sanadas de forma rápida e eficiente. “Nessa discussão, conseguimos achar áreas nas quais os pesquisadores do IBGE ainda não passaram. Temos 98% da área rural já percorrida, mas os resultados ainda não foram tabulados. Sendo assim, algumas informações podem ser alteradas”, afirmou Bou Assi.

Vale ressaltar que os números obtidos nessa primeira fase de investigações podem ser alterados.

Também estavam presentes na reunião o diretor de Agricultura de Ferraz, Vagner Vallet, o membro da CMGE e diretor da Associação Comercial e Industrial de Ferraz (ACIFV), Luis Trevisani, o supervisor do Censo 2017, Renan Carolino Namiuti, o agricultor da cidade, Miguel Antônio Amorim, e o diretor da Secretaria Municipal de Comunicação Social, jornalista Miguel Leite. (Foto: Aurélio Alves/Secom Ferraz)


Entre em contato conosco através do e-mail contato@localpress.com.br
Boletim    Receba nossos boletins
O uso, reproduçãoo e distribuiçãoo desses conteúdos por outras partes devem ser solicitados e aprovados previamente pela detentora dos direitos.

© Copyright 2017. Todos os direitos reservados - Local Press